Enfermeiras obstetras debatem com vereadores melhor atendimento às grávidas na rede básica de saúde

por Danielle Duarte última modificação 27/04/2018 15h33

A implantação da Unidade de Referência em Partos de Alto Risco, na rede municipal de saúde foi um dos temas debatidos durante a 17ª Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Macapá (CMM) desta quinta-feira, 26.

A convite do vereador Rinaldo Martins (PSOL), as enfermeiras obstetras Cristiane de Cássia Rodrigues e Ediane Andrade, usaram a tribuna desta Casa de Leis para expor as dificuldades enfrentadas pelos profissionais enfermeiros obstetras e a preocupação dos profissionais quanto a melhoria e adequação do protocolo de atendimento as mulheres grávidas desde o pré-natal até a realização do parto.

Rede Básica- As duas convidadas sugerem ainda melhorias no atendimento as grávidas na rede básica de saúde. “A rede básica de saúde fazendo seu papel corretamente, investindo no pré-natal e nas ações preventivas, vai contribuir para a redução de complicações no atendimento as grávidas no atendimento de alta complexidade”, relata Ediane Andrade, presidente da Associação Brasileira de Enfermeiros Obstetras e Neonatais (Abenfo) Amapá. As profissionais de saúde também demonstraram preocupação quanto aos índices de óbitos de bebês prematuros e de parturientes, após o parto, ocorridos no Estado.

Secretaria de Comunicação/SECOM/CMM.