Vereador Japão visita comunidade do Distrito da Pedreira e detecta diversos problemas

por Danielle Duarte última modificação 09/10/2017 08h53

O vereador Japão Baia (PDT) visitou as comunidades do Distrito da Pedreira, na primeira semana deste mês de setembro. Ele conversou com os moradores do local para conhecer mais de perto os anseios de quem lá vive. "Conversei com pessoas de todos os segmentos e voltei bastante preocupado com o abandono daquela comunidade", explicou Japão, disse que "muitas promessas foram feitas em época de eleição e não foram concluídas e outras nem se quer iniciadas".

O vereador citou uma série de preocupações que a comunidade da Pedreira tem sobre o lugar onde moram. Uma delas diz respeito a área de saúde os postos não funcionam e quando tem o estado é precário. 
O parlamentar percorreu as comunidades Casa Grande, Ressaca da Pedreira, Santo Antônio da Pedreira, Lontra da Pedreira, Abacate da Pedreira, Ambé e Mel. 
Após ouvir diversos relatos da comunidade, o vereador transformou todas as demandas em requerimentos, indicações e proposituras destinadas ao município e ao Estado com o objetivo de ajudar na solução dos problemas que afetam aquela região. 
Na comunidade Casa Grande, os moradores reclamam da falta de iluminação pública e de instalação de novas luminárias, além da falta de uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Na educação os moradores pedem uma escola de Educação Infantil e Ensino Fundamenta. 
Na Ressaca da Pedreira, a reclamação é quanto a UBS que foi construída pela comunidade e não está funcionando falta pintura, muro e calçada, a visita do médico não vem sendo feita há mais de seis meses. Falta ainda merenda escolar. A Associação de Agricultores que repassava merenda, pararam de fornecer por falta de pagamento do caixa escolar . Precariedade também na iluminação pública. A comunidade também não tem serviço de abastecimento de agua da Caesa .
Santo Antônio da Pedreira com aproximadamente dez mil habitantes, enfrenta problemas semelhantes nas áreas de saúde, educação e iluminação pública. A UBS não funciona, está sem medico há mais de três meses, não tem ambulância, apenas um enfermeiro e um técnico de enfermagem realizam atendimentos básicos.
Já a comunidade Lontra da Pedreira, composta na maioria por moradores ribeirinhos, aponta sérios problemas com o funcionamento do posto de Saúde da região, que segundo relatos precisa de reforma urgente o telhado está caindo e só funciona no turno da tarde. 
Os moradores pedem ainda a instalação de um posto policial ou ronda policial mais ostensiva no local. A comunidade padece pela falta de uma escola municipal crianças e jovens tem de se deslocar para outra comunidade para poder frequentar uma escola . O orelhão telefônico que é muito utilizado na comunidade está precisando de manutenção . Além disso, no posto da Caesa, a bomba está com defeito há vários dias. 
O vereador Japão Baia constatou que no Abacate da Pedreira, os problemas não são diferentes. A obra de construção da UBS está parada há mais de seis meses. O atendimento médico é feito em um posto improvisado na casa de um morador da comunidade. Na área de educação, a comunidade reclama da falta de escola de ensino infantil e de ensino médio. A única escola do distrito não possui quadra esportiva. Problemas como falta de iluminação pública, de segurança pública e da oferta de água tratada pela Caesa. Os moradores pedem também um posto policial ( reinvindicação antiga dos moradores ) e ronda ostensiva da Policia Militar. 
Localidade do Ambé, o povo está totalmente esquecido não tem médico nem enfermeiro, a obra do posto de saúde está parada e as pessoas estão sendo atendidas por um técnico de enfermagem, na casa dele. Faltam medicamentos básicos, não tem coleta de lixo hospitalar, 
São Pedro dos Bois, as reclamações foram voltadas para a falta de agua da Caesa, iluminação pública é mais um problema e o pior não tem coleta de lixo hospitalar que está sendo queimado no quintal do posto de saúde .
Chegamos a comunidade do Mel e mais problemas com iluminação publica e falta de policiamento.
Finalizando, o vereador Japão manifestou preocupação com a falta de expectativa na comunidade do Distrito da Pedreira . "A comunidade está desanimada, os jovens estão saindo de lá porque não têm expectativa. Nós somos responsáveis por essa expectativa também, para fazer o local se desenvolver". Segundo ele, as questão de Saúde, educação é infra estrutura são urgente. disse

ASCOM/ Gabinete vereador Japão Baia