Vereador Pastor Didio Silva aciona Procon para coibir abuso de preços nos cinemas de Macapá

por Danielle Duarte última modificação 04/06/2018 13h40

O vereador Pastor Didio Silva (PRP) pede ao Instituto de Defesa do Consumidor (Procon) maior fiscalização quanto aos preços abusivos praticados na venda de alimentos e bebidas nos cinemas de Macapá.

Segundo o parlamentar, as reclamações se restringem a venda de refrigerantes, pipocas, água mineral, doces e demais produtos comercializados nos cinemas locais.

O vereador Pastor Didio Silva reclama que muitas vezes, o preço dos produtos chega a ser até cinco vezes maior que os preços de supermercados. “Em alguns cinemas, o gasto com alimento e bebidas sai mais caro que o valor do ingresso”, completa.

Fiscalização-“É necessário e urgente uma fiscalização rigorosa do Procon nestes locais afim de coibir esses abusos”, diz o vereador.

Didio Silva é autor de uma indicação endereçada ao diretor-presidente do Procon, Eliton Franco, que sugere maior fiscalização nestes ambientes. A indicação foi lida durante a Reunião Ordinária desta terça-feira, 22.

Assessoria de Comunicação/Vereador Pastor Didio Silva (PRP).