Vereadores debatem políticas públicas para combater violência contra a mulher em Macapá

por Danielle Duarte última modificação 19/12/2017 11h57

A falta de políticas públicas para as mulheres. Este foi um dos principais temas debatidos nesta terça-feira, 21, durante a 57ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Macapá (CMM).

O tema foi abordado pela ativista Rejane Soares. Ela veio a convite do vereador Rinaldo Martins (PSOL).

Rejane Soares, que tem um amplo trabalho em defesa dos direitos da mulher negra, sugeriu aos parlamentares a elaboração de Projetos de Lei (PL,s), proposituras, requerimentos e propostas que criem programas voltados para as mulheres. “A falta de políticas públicas para nós mulheres também é uma violência institucional”.

Segundo Rejane Soares, é cada vez mais latente a necessidade dos políticos definirem e elaborarem políticas públicas para as mulheres. “No Amapá e na capital Macapá, a mulher continua sofrendo todo tipo de violência. Gostaria de ver uma Câmara de Vereadores com uma quantidade bem maior de mulheres, mas infelizmente temos apenas três vereadoras”.

Apoio- Atentos a fala de Rejane Soares, os vereadores se comprometeram em reforçar o apoio a Coordenação Municipal de Políticas para as Mulheres. Os parlamentares também prometeram intensificar a elaboração de PL,s e proposituras voltados para o combate à violência contra a mulher em Macapá.

Secretaria de Comunicação/SECOM/CMM.