Câmara debate com empresários o horário de funcionamento de bares e boates.

por danielle.duarte — publicado 27/10/2015 14h20, última modificação 27/10/2015 14h20

Debater a regularidade de horários de funcionamento de bares e boates de Macapá. Este foi o tema da audiência pública ocorrida nesta sexta-feira(23), na Câmara Municipal de Macapá(CMM). O debate foi promovido pelo vereador Gian do Nae.

O encontro mobilizou empresários donos de bares e de boates, DJ,s, além de representantes da Polícia Militar, Prefeitura Municipal de Macapá(PMM), Polícia Ambiental, e dos vereadores Professor Madeira e Ruzivan Pontes.

O vereador Gian do Nae disse que, a proposta foi discutir diversas temáticas de interesse dos segmentos convidados. O parlamentar avaliou positiva a audiência publica e disse estar convencido da necessidade de uma revisão urgente na Lei Municipal 027, que normatiza as questões de horários de funcionamento de bares e boates, alvarás, licenças ambientais, entre outros.

Para o parlamentar, a lei em vigor está defasada e precisa ser revista com urgência. “Iremos ampliar esse debate com os demais colegas vereadores para que possamos propor mudanças na lei 027”, sintetizou.

 

Empresariado

O empresário Jean Alex Nunes, que participou dos debates na Câmara Municipal de Macapá, considerou a audiência pública importante. Para ele, debater este assunto demonstra a preocupação de empresários, gestores públicos e dos vereadores com a questão da segurança, cumprimento da lei e geração de emprego nestes segmentos noturnos.


Segurança Pública

O tenente-coronel da Polícia Militar Elvis Murilo citou que cerca de 90% das ocorrências que chegam a PM pelo 190, é de perturbação ao sossego e de poluição sonora.

O coronel Carlos Sousa, comandante geral da PM, ressaltou que as operações desencadeadas pelas instituições de segurança pública têm refletido na redução de até 30% nos atendimentos no Hospital de Emergências (HE) em pessoas vítimas de acidentes de trânsito ou de violência urbana.