Câmara Municipal cria Coordenadoria de Mobilização para fortalecer contato com a população

por danielle.duarte — publicado 28/09/2015 20h06, última modificação 28/09/2015 20h06

Além da Rádio e TV Câmara, ferramentas que permitem a transmissão ao vivo das sessões ordinárias as terças e quintas-feiras, a Câmara Municipal de Macapá (CMM) conta a partir de agora com a Coordenadoria de Mobilização Social (CMS).


O presidente da CMM, vereador Acácio Favacho (PMDB) destacou que o objetivo é aproximar cada vez mais os 23 vereadores da população macapaense, de maneira que o legislativo possa se antecipar as problemáticas que afligem a população de Macapá.

“A Câmara Municipal de Macapá estará em todos os bairros da capital, levantando as demandas dos bairros para que cada vereador se aproprie dos problemas de sua cidade”. Disse o presidente.

Coordenador

O coordenador da CMS é Pedro Lourenço da Costa Neto, o “Pedro Filé”, experiente militante estudantil. Segundo ele, os trabalhos da Coordenadoria de Mobilização Social começam pelo bairro Boné Azul, zona norte de Macapá.

“Iremos provocar uma maior interação dos vereadores de Macapá com a comunidade. Quem ganha com esta iniciativa é o povo, que terá um contato mais direto com o mandato de cada vereador”. Destaca o coordenador.

 

“Pedro Filé”, reforçou que na prática a Coordenadoria de Mobilização Social, da Câmara estará nos 28 bairros oficias da capital e nos 32 bairros não oficiais com diversas atividades entre elas, o cadastramento de associações de moradores e de instituições de utilidade pública.

Além disso, a CMS fará uma espécie de diagnóstico de cada bairro levantando suas prioridades. As demandas serão enviadas aos gabinetes dos vereadores e posteriormente transformadas em requerimentos, indicações e até projetos de Lei.

 

A Coordenadoria de Mobilização Social vai buscar também maior interação com os segmentos religiosos, estudantis, sociais com o objetivo de difundir para a população as leis que são aprovadas na CMM.

 

 

 

Vereadora Neuzinha permanece firme na luta contra a propagação de DSTs em Macapá

 

Na manhã desta terça-feira (15), a vereadora Neuzinha Velasco(PSB), usou a tribuna da Câmara de Vereadores para falar sobre a atuação da Frente Parlamentar de Combate ao HIV, que foi criada através de seu mandato.

 

A vereadora socialista afirmou que as atividades da Frente foram e são limitadas por conta da falta de participação de gestores que seriam importantes no processo, bem como da população que ainda desconhece os serviços da mesma.

 

Segundo Neuzinha, foram encaminhados diversos documentos à Prefeitura de Macapá, e muitos ainda estão sem resposta, mas destaca a participação intensa do coordenador municipal de DST, Jean Trindade.

“A partir do mês que vem, estaremos propondo parceria com a 

 

Coordenação de Mobilização Social da CMM para montarmos uma caravana de educação sexual e prevenção de DSTs nas escolas do nosso município. Educar e alertar nossos jovens e adolescentes é uma das principais medidas de prevenção. ” Destacou a vereadora que já tem promovido oficinas de capacitação para palestrantes na área.

Dados

Observando-se a epidemia de Aids por região em um período de 10 anos, a taxa de incidência caiu no Sudeste de 22,9 para 21,0 casos por 100 mil habitantes. Nas outras regiões, cresceu: 27,1 para 30,9 no Sul; 9,1 para 20,8 no Norte; 14,3 para 17,5 no Centro-Oeste; e 7,5 para 13,9 no Nordeste. Dentro deste crescimento na região norte, destacamos, infelizmente, o aumento do número de casos no Amapá, que já está no ranking nacional de estados com maior incidência de Aids.

 

“Muitas pessoas nem sabem que são portadoras do vírus. A nossa missão é educar e gerar condições de realização de testes. Nossa meta é ajudar a reduzir esta incidência em Macapá”. Destacou a vereadora.

 

 

 

Vereadores aprovam criação da Coordenadoria de Mobilização Social

 

A iniciativa do presidente da Câmara Municipal de Macapá (CMM), vereador Acácio Favacho (PMDB) de instituir a Coordenadoria de Mobilização Social (CMS), ganhou a adesão dos demais vereadores presentes na sessão ordinária desta terça-feira, 15.

 

Os vereadores presentes na sessão desta terça-feira foram unânimes em afirmar que a criação da Coordenadoria de Mobilização Social é uma ferramenta há mais para o fortalecimento e divulgação de seus mandatos.

 

O vereador Washington Picanço (PSB) que também aprovou a iniciativa chegou a sugerir ao presidente Acácio Favacho, que a CMS promova maior interação com movimentos estudantis, sociais e populares com a proposta de trazer estes segmentos para dentro da Câmara Municipal de Macapá afim de que possam conhecer a dinâmica e os trabalhos desenvolvidos pelos 23 vereadores de Macapá, por intermédio de seus mandatos.

 

Washington Picanço(PSB) enalteceu a iniciativa do vereador Acácio Favacho, classificando de ousada a ideia de colocar em prática ação tão arrojada.

“O presidente Acácio Favacho literalmente escancara as portas da Câmara Municipal de Macapá para que a população conheça nossos mandatos, por meio do rádio, televisão, impresso e agora com a criação desta Coordenadoria de Mobilização Social”, observou.