Membros da CTFO recebem professores da rede pública municipal.

por danielle.duarte — publicado 15/12/2015 22h59, última modificação 15/12/2015 22h59

                    Os vereadores que integram a Comissão Tributária, Orçamentária e Financeira-CTFO, da Câmara Municipal de Macapá (CMM) estiveram reunidos nesta terça-feira(15), com representantes da classe dos professores municipais.

                     Segundo a vereadora Aline Gurgel, presidente da CTFO, o objetivo foi ouvir dos professores os principais pleitos indicados pela categoria para serem incluídos e assegurados no Projeto de Lei Orçamentária Anual-LOA 2016, de autoria do Executivo Municipal.

                    Após ouvir os professores, Aline Gurgel e os demais vereadores presentes a reunião, se comprometeram em solicitar da Prefeitura Municipal de Macapá(PMM) o detalhamento do orçamento previsto para a educação municipal para 2016.

                   O vice-presidente da Executiva Municipal do Sindicato dos Professores, Ailton Costa, salientou que a pauta de reivindicação é extensa. Ele pontuou que entre as prioridades destacam-se o cumprimento do piso salarial que é de R$ 1.917,00, criação de um piso salarial para o cargo de auxiliar educacional, cumprimento do plano de gestão democrática que estabelece eleição direta para diretor de escola, pagamento das progressões e publicação das tabelas salariais.

                  Participaram da reunião, além da vereadora Aline Gurgel, os vereadores Ruzivan Pontes, Telma Nery, Ulysses Parente, Washington Picanço e Professor Madeira.

                  Os vereadores que integram a Comissão Tributária, Orçamentária e Financeira-CTFO, da Câmara Municipal de Macapá (CMM) estiveram reunidos nesta terça-feira(15), com representantes da classe dos professores municipais.

                Segundo a vereadora Aline Gurgel, presidente da CTFO, o objetivo foi ouvir dos professores os principais pleitos indicados pela categoria para serem incluídos e assegurados no Projeto de Lei Orçamentária Anual-LOA 2016, de autoria do Executivo Municipal.

               Após ouvir os professores, Aline Gurgel e os demais vereadores presentes a reunião, se comprometeram em solicitar da Prefeitura Municipal de Macapá(PMM) o detalhamento do orçamento previsto para a educação municipal para 2016.

              O vice-presidente da Executiva Municipal do Sindicato dos Professores, Ailton Costa, salientou que a pauta de reivindicação é extensa. Ele pontuou que entre as prioridades destacam-se o cumprimento do piso salarial que é de R$ 1.917,00, criação de um piso salarial para o cargo de auxiliar educacional, cumprimento do plano de gestão democrática que estabelece eleição direta para diretor de escola, pagamento das progressões e publicação das tabelas salariais.

              Participaram da reunião, além da vereadora Aline Gurgel, os vereadores Ruzivan Pontes, Telma Nery, Ulysses Parente, Washington Picanço e Professor Madeira.