PL de Marcelo Dias cria o Abril Laranja, mês da prevenção da crueldade contra os animais, é aprovado na CMM

por Sec. Comunicação publicado 05/05/2021 16h19, última modificação 05/05/2021 16h19

O vereador Marcelo Dias (Solidariedade) aprovou, por unanimidade, Projeto de Lei que institui e inclui no calendário de Datas e Eventos de Macapá o Abril Laranja, mês da prevenção da crueldade contra os animais. A proposta foi discutida e aprovada na 16ª sessão ordinária em ambiente virtual da Câmara Municipal de Macapá, nesta terça-feira, 4 de maio.

De acordo com o PL, abril será o mês dedicado às campanhas de prevenção da crueldade contra os animais em todo o município de Macapá. Poderão ser desenvolvidas ações, com os seguintes objetivos: alertar e promover debates sobre o tema; estabelecer diretrizes para o desenvolvimento de ações integradas, envolvendo a população, órgãos públicos, instituições públicas e privadas; estimular, sob o ponto de vista social e educacional, a concretização de ações, programas e projetos na área.

Nas edificações públicas municipais, sempre que possível, será feita à iluminação na cor laranja e a aplicação do símbolo da campanha ou sinalização alusiva ao tema, durante todo o mês de abril.

Marcelo Dias justificou que a cor laranja foi escolhida pela Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra Animais (ASPCA), importante entidade internacional de proteção animal. “O mês de abril terá o objetivo de fazer as pessoas refletirem sobre a situação em que muitos animais são submetidos, muitas vezes, por toda a vida, sofrendo tortura, abuso e exploração”, observou

O parlamentar argumentou que o planeta é composto por seres vivos. No entanto, não só os seres humanos são importantes, há também uma causa animal que integra a importância do bem-estar dos animais vistos como semelhantes. “Nossa iniciativa vai servi para promover uma cultura ecológica que defende tal valor humanitário. Sendo assim, o movimento de defesa e proteção dos animais é uma corrente que mostra nova perspectiva de mudanças e tradições”, defendeu.

Para o vereador, certamente, a ação coordenada entre Poder Público e a sociedade civil colocará em pauta campanhas de incentivo à prevenção da crueldade contra animais, chamando a atenção de todos, para colocar em prática ações integradas de maneira positiva em defesa dos animais.

Secom/CMM