PL de Marcelo Dias torna obrigatório álcool em gel nos coletivos de Macapá para evitar a disseminação do Coronavírus

por Sec. Comunicação publicado 12/05/2021 12h45, última modificação 12/05/2021 12h45

A Câmara Municipal de Macapá aprovou, por unanimidade, Projeto de Lei do vereador Marcelo Dias (Solidariedade) que obriga a fixação de dispensadores de álcool em gel nos transportes coletivos de Macapá. O PL foi votado e aprovado durante a 18ª sessão virtual desta terça-feira, 11 de maio.

A matéria torna obrigatório por parte das empresas de ônibus, a fixação de dispensadores de álcool em gel modelo 70% em pelo menos dois pontos no interior dos veículos, utilizados no transporte público na capital.

Marcelo Dias defende agora, depois de ter o PL aprovado, a necessidade urgente da sanção da lei pelo prefeito Antônio Furlan (Cidadania) para que as empresas cumpram a medida imediatamente, visto que a pandemia da COVID-19 não acabou. Segundo o parlamentar, o ônibus coletivo tem sido um meio de transporte com iminente risco de infecção pelo Coronavírus, devido às aglomerações que são inevitáveis nos veículos.

“Recebemos uma série de reclamações de passageiros de que não existe álcool em gel nos coletivos, nem medidor de temperatura. O não cumprimento dos protocolos mínimos de proteção a COVID-19, coloca sim em risco a vida dos passageiros que podem ser infectados pela doença”, finaliza o parlamentar.

Ascom/Marcelo Dias