Prefeito em exercício, Marcelo Dias, reúne com Sinsepeap e servidores da Educação de Macapá para tratar sobre movimento de greve

por Adriana Stephanie Amoras Ramos publicado 06/08/2019 16h57, última modificação 06/08/2019 16h57

Acompanhado de uma comitiva de vereadores e do diretor-presidente do Instituto Municipal de Promoção da Igualdade Racial-IMPROIR, Maycon Magalhães, o prefeito de Macapá, em exercício, vereador Marcelo Dias (PPS), reuniu na manhã desta terça-feira, 06, com a comissão que representa os servidores municipais da educação, que estão em greve há 42 dias.

O encontro aconteceu na sala de reuniões da Prefeitura de Macapá e contou também com a presença da Diretoria Executiva Municipal do Sindicato dos Servidores Públicos em Educação do Amapá (Sinsepeap).

Segundo o vice-presidente da entidade, Iaci Ramalho, os trabalhadores cobram uma pauta de reivindicações que inclui incorporação de gratificações, plano de aposentadorias, pagamento de insalubridade e reajustes salariais. “Entendemos as dificuldades da prefeitura, mas precisamos garantir o mínimo de direitos extremamente importantes para a nossa sobrevivência, como por exemplo, as gratificações, as reposições e os reajustes salariais”, argumenta.

De acordo com o diretor-presidente do Improir, Maycon Magalhães, a PMM tem mantido diálogo permanente com a categoria e está buscando formas para chegar a um acordo satisfatório. Ele adiantou que uma proposta do Município será apresentada em uma nova reunião, marcada para a tarde desta quarta-feira, 07. “A PMM já conseguiu atender alguns pontos da pauta e amanhã, na Semad, vamos dialogar novamente no sentido de avançarmos na negociação”, declarou.

O prefeito em exercício, Marcelo Dias, disse que o objetivo foi ouvir a categoria e acompanhar o processo, juntamente com a Câmara de Vereadores, para que a situação possa ser resolvida o mais rápido possível, dentro das possibilidades da prefeitura e sendo satisfatória aos trabalhadores. “A prefeitura tem dificuldades, como todas as outras do país inteiro, mas eu acredito que através do diálogo, será possível chagar a um acordo bom para ambas as partes”, finalizou.

Participaram da reunião os vereadores: Dídio Silva, Auciney Maciel, Rinaldo Martins, Nelson Souza, Caetano Bentes, Adrianna Ramos e Carlos Murilo. Marcelo Dias também convidou os trabalhadores a participarem das discussões sobre a Lei do Orçamento Anual para 2020 – LOA, que devem acontecer neste segundo semestre, na Câmara Municipal de Macapá.

Texto: Garcia Brito.
Fotos: Rosivaldo Nascimento. 
Secretaria de Comunicação - SECOM/CMM.