Presidente Marcelo Dias visita projeto Anjos da Guarda no Bairro Pedrinhas

por Adriana Stephanie Amoras Ramos publicado 15/08/2019 13h29, última modificação 15/08/2019 13h29

Um dos primeiros compromissos do presidente da Câmara Municipal de Macapá (CMM), vereador, Marcelo Dias (PPS), na manhã desta segunda-feira, 12, foi visitar o projeto Anjos da Guarda, coordenado pela Guarda Civil Municipal de Macapá (GCMM), desenvolvido no Bairro Pedrinhas, zona sul da capital.

O projeto atende cerca de 80 adolescentes com idades entre 10 e 15 anos, de diversos bairros da cidade. Marcelo Dias ressalta que o Anjos da Guarda tem um alcance social enorme. “O projeto é um grande aliado na formação do caráter e da educação dessas crianças e adolescentes”, reforça.

O presidente Marcelo Dias colocou mais uma vez a Câmara Municipal de Macapá à disposição dos coordenadores do projeto. “Viemos conhecer mais o projeto Anjos da Guarda e nos colocar à disposição para apoiar qualquer iniciativa que venha beneficiar e melhorar o trabalho”, acrescenta.

Marcelo Dias pretende resgatar um projeto de lei de sua autoria, que garante passe livre para adolescentes/alunos de projetos sociais na capital. O objetivo é assegurar a assiduidade do aluno no projeto. “Muitos desistem porque não têm condições financeiras de pagar ônibus toda semana”.

Após visitar as dependências do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), local onde funciona o projeto Anjos da Guarda, Marcelo Dias, se comprometeu em intervir junto a Prefeitura de Macapá pela restauração da piscina que hoje se encontra necessitando de limpeza e capina da área interna e externa do local.

OPINIÃO- A doméstica Helen Santos, que é mãe do aluno Eduardo Marcelo Santos, 9, diz que é visível a mudança no comportamento do filho que ingressou no projeto este ano. Helen elogiou a dedicação e o comprometimento dos coordenadores com o projeto. Outra que também enalteceu o projeto foi Zaurita Barbosa de Almeida, mãe de Edward Lucayn de Almeida Guimarães, 9. “Meu filho é apaixonado pelo projeto. A gente mora no Infraero, na zona norte, ele acorda 6 da manhã e atravessa cidade para participar das aulas”.

Durante a visita, Marcelo Dias foi recepcionado pelo coordenador do projeto, inspetor Marco Couto Henrique e equipe.

Texto: Edi Wilson Silva. 
Fotos: Rosivaldo Nascimento.
Secretaria de Comunicação/SECOM/CMM.