Proposta de Marcelo Dias que adia o reajuste do IPTU para 2022 é aprovada por unanimidade

por Sec. Comunicação publicado 23/04/2021 15h10, última modificação 23/04/2021 15h10

A Câmara Municipal de Macapá aprovou, por unanimidade, requerimento do vereador Marcelo Dias (Solidariedade), pedindo o adiamento do reajuste do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). A propositura foi apreciada na sessão ordinária em ambiente virtual desta quinta-feira, 22 de abril.

O parlamentar propõe ao prefeito da capital, Antônio Furlan (Cidadania), que avalie a possibilidade de adiar o reajuste previsto para este ano na cobrança do IPTU. No requerimento, o vereador pede ao prefeito que coloque o reajuste em vigor só a partir de 2022, devido a grave crise econômica provocada pela pandemia de COVID-19.

Durante a votação, vários parlamentares se manifestaram a favor da proposta de Marcelo Dias e, ainda, pediram que seja feita uma revisão dos valores cobrados. Segundo denúncias que chegaram aos vereadores, em alguns casos, houve reajuste de mais de 300% no referido imposto.

Ascom/Marcelo Dias