Retorno gradativo das aulas presencias foi um dos temas debatidos pelos vereadores nesta quinta-feira

por Sec. Comunicação publicado 23/04/2021 15h06, última modificação 23/04/2021 15h06

O retorno gradual das aulas presenciais nas escolas da rede municipal de ensino, a partir das próxima segunda-feira, 26, foi um dos temas debatidos pelos vereadores na 13ª sessão virtual da Câmara Municipal de Macapá, desta quinta-feira, 22 de abril.

A proposta foi apresentada pelo secretário municipal de Educação, Edielson de Souza Silva, que usou a tribuna da Casa de Leis, a convite do vereador Paulo Nery (Cidadania). A maioria dos vereadores é favorável ao retorno gradativo das aulas presenciais nas escolas da rede pública, desde que seja cumprido de maneira rigorosa todos os protocolos sanitários para evitar a disseminação da COVID-19.

Compromisso - Durante os debates, Edielson Silva destacou o compromisso do município em se empenhar para cumprir os protocolos exigidos. O secretário informou que a proposta envolve inicialmente o retorno das aulas presenciais apenas para alunos do 5º ano e de maneira gradativa.

Paulo Nery preside a Comissão de Saúde e Assistência Social (CSAS) da CMM. Ele anunciou que nesta sexta-feira, 23 de abril, a partir das 15 horas, juntamente com os vereadores que integram a Comissão de Educação, Cultura e Desportos (CECD) vão fazer uma inspeção em várias escolas da capital para verificarem in loco as condições das escolas e os procedimentos adotados para recepcionar os alunos com segurança neste período de pandemia.

Covid-19 - A médica pediatra Maribel Smith também usou a tribuna da Casa de Leis, a convite da vereadora Janete Capiberibe (PSB). A médica contextualizou a atual situação da pandemia da COVID-19, em relação à infecção de crianças e adolescentes na capital.

Proposituras- Na sessão, também foram aprovados 43 requerimentos e sete indicações, com assinaturas dos vereadores: Carlos Murilo (PSL), Cláudio Góes (DEM), Adrianna Ramos (PSC), André Lima (Rede), Zeca Abidon (PP), Alexandre Azevedo (PP), Luany Favacho (PROS), Maraína Martins (Podemos), Nelson Souza (PSD), Marcelo Dias (Solidariedade), João Mendonça (PL), Janete Capiberibe (PSB), Paulo Nery (Cidadania), Dudu Tavares (PDT), Claudiomar Rosa (Avante) e Gian do Nae (MDB).

Secom/CMM
Imagens: Rosivaldo Nascimento/Jaciguara Cruz