Solicitações do Vereador Claudiomar Rosa são atendidas pela PMM

por Sec. Comunicação publicado 20/06/2021 23h01, última modificação 20/06/2021 23h01

A prefeitura de Macapá vem realizando a vacinação de imunização contra COVID 19 dentro da cidade e nos distritos. A PMM segue o Programa Nacional de Imunização, o PNI. E para cumprir esse programa, algumas reivindicações são feitas através de ofícios e requerimentos dos vereadores de Macapá, propondo a adequação do PNI à realidade local.

O PNI é uma ação coordenada do Governo Federal que visa erradicar, por meio da vacinação em massa da população, uma série de doenças.

O vereador Claudiomar Rosa (AVANTE), desde o início da vacinação em Macapá, vem encaminhando durante as sessões virtuais da CMM, requerimentos e ofícios solicitando junto ao executivo municipal, a inclusão no plano de vacinação de pessoas dos diversos segmentos que estão nos grupos de risco. Entre eles, o vereador encaminhou a solicitação de vacina para os quilombolas, servidores dos cemitérios, garis, profissionais da educação, pessoas com HIV, assistentes sociais, motoristas de aplicativos, profissionais de imprensa, pessoas com síndrome de Down, e recentemente foi encaminhado um requerimento solicitando vacinas para os empregados dos correios.

Algumas indicações de Claudiomar Rosa já foram atendidas pela PMM, como por exemplo a vacinação para as comunidades quilombolas, garis, professores da rede municipal, pessoas com HIV e síndrome de down.

Para o vereador, o processo de imunização é fundamental para que Macapá possa retomar suas atividades normalmente, tudo dentro dos protocolos determinados pelos órgãos sanitários. “Agradecemos muito a prefeitura de Macapá pelo atendimento feito à nossa população prioritária e também as pessoas que estão na linha de frente no combate a COVID-19. No final, quem ganha é nossa cidade”, ponderou Claudiomar Rosa.

Como presidente da comissão de combate ao coronavírus da CMM, Claudiomar também acompanhou todo processo de imunização dentro de Macapá, e no dia 29 de março, o vereador fez uma denúncia junto ao Ministério Público Estadual apontando supostas irregularidades no uso de vacina contra COVID-19.

Fotos: Cláudio Rogério